sábado, 5 de julho de 2008

A CIDADE QUE QUEREMOS TER DENTRO DE DEZ ANOS I

O presidente do conselho municipal da cidade de Maputo e o seu elenco, reuniram-se há dias com membros da sociedade civil para colher opiniões por parte destes sobre o tipo de cidade que se pretende dentro de dez anos.

Os participantes do encontro expuseram os seus pontos de vista em diferentes opiniões, mas com o objectivo comum de ter uma cidade melhor. Dentre os vários pontos de vista, dois grupos dominaram o debate, uns defendendo um crescimento vertical da cidade e outros um crescimento de forma horizontal.

Segundo o presidente municipal, esta política foi traçada em 2004 no início do mandato, faz parte das linhas prioritárias que tem como enfoque nos domínios da planificação, institucional, financeiro e prestação de serviços todos eles assentes em pressupostos que incluem a participação activa dos munícipes como parceiros de execução das diferentes actividades planificadas.

Nos últimos dias, a cidade de Maputo tem se beneficiado de uma série de reparações que se desdobram em diferentes tipos de arranjos, desde a reabilitação de jardins, estradas, passeios e pintura de edifícios.

Enfim, nota-se por parte dos nossos dirigentes municipais, uma vontade de devolver a beleza da nossa cidade, pode dizer-se sem dúvidas que a equipa está a trabalhar e isso não passa despercebido mesmo aos olhos de qualquer cidadão minimamente lúcido.

É de louvar esta boa iniciativa levada a cabo pelo presidente Eneas Comiche com o seu elenco. Nesse âmbito, penso que a equipa só sai a ganhar porque os munícipes vêem os resultados de forma apalpável e sentem-se parte contribuinte neste processo de ampliação e desenvolvimento da cidade. Pelo pouco que sei sobre o exercício de uma boa actividade politica, nada é melhor para um governante que satisfazer o prazer das massas.

O debate organizado pelo conselho municipal girou em torno da pergunta “Que cidade queremos ter dentro de dez anos”? . É uma boa pergunta senhor presidente e penso que todos munícipes difentemente das suas cores partidárias, crenças religiosas, raça etc, almejam uma cidade melhor, razão pela qual e porque o senhor conta com seu apoio nessa epopeia, estou optimista de que vão contribuir de diversas maneiras para tal fim.

Porém, sua excelência senhor presidente, para que tenhamos uma cidade melhor dentro de 10 anos é necessário em primeiro lugar e acima de tudo mais seriedade, competência e uma atitude de entrega ao trabalho por parte da sua máquina governativa. É necessário sanar todas formas de inviabilização e sabotagem do seu trabalho, é preciso cultivar nos seus funcionários o espiríto de honestidade e amor ao trabalho.

Para que Maputo desenvolva em dez anos, é preciso também, abandonar a atitude de engajar-se ao trabalho apenas nas vésperas das eleições. O ciclo de resolução dos problemas do município e do país em geral deve ser feito do primeiro ao último ano do encargo e não apenas no final de um mandato como se faz no país.

Continua.... II

Por: Felix da Esperaça fdaesperanca@hotmail.com

2 comentários:

ximbitane disse...

Sou dos que acham que Maputo deve crescer verticalmente, pelo menos no centro da cidade. Na periferia, deve continuar horizontalmente, afinal um quintalzito, nao faz mal a ninguem. Até os parques de estacionamento devem ser verticais, agora como, eis a grande questao!!!

Anônimo disse...

Eu tambem acho assim, porque assim, nao se vai interferir com os que teem quintalzito guiando-me do que a Xim. aponta.

Aquele abraço,para amigo Felix.